Estudos de Níveis de Serviço

O que não se mede não se pode melhorar

Este é o ponto de partida para um estudo pioneiro e disruptivo que avalia, simultaneamente, os níveis de serviço e a relação comercial entre parceiros de negócio. O objectivo? Identificar, avaliar e melhorar as boas práticas de gestão de mercadorias.

Numa visão geral, este estudo funciona como uma plataforma colaborativa que permite aos parceiros de negócio avaliarem-se mutuamente. Da análise dos resultados obtêm-se os pontos fortes e os níveis de serviço a melhorar, de forma a reestruturar a cadeia para que consigam implementar as melhores práticas de mercado, quer em termos logísticos quer em termos comerciais (colaboração e relação entre parceiros).

A GS1 Portugal convida todas as empresas associadas a participar no estudo de Benchmarking, inclusivo e colaborativo, que permitir melhorar a eficiência e o alinhamento das cadeias de valor de acordo com as boas práticas colaborativas do mercado. Uma ferramenta de avaliação e gestão para ajudar as empresas a melhorar os seus negócios.

Desenvolvemos estudos nos setores

GRANDE CONSUMO

SAÚDE

  • Setor de origem do estudo: Retalho e Bens de Consumo
  • Surgiu em 2009 na GS1 Espanha
  • Implementado em Portugal em 2013, com as adaptações necessárias ao mercado português.
  • Edições anuais com participação de 80% das insígnias do retalho.
  • Depois do sucesso da edição no Retalho e Bens de Consumo, em 2015, a GS1 Espanha decidiu avançar com o estudo para a área da saúde
  • Em 2016, a GS1 Portugal decidiu trazer o estudo para Portugal, adaptado à realidade nacional
  • estudo representativo dos níveis de serviço entre laboratórios, armazenistas e farmácias/parafármacias, sempre com o objectivo de tornar as cadeias de abastecimento mais eficientes e seguras.

 


Benefícios
  • Aproximação colaborativa
  • Recolha e apresentação de informação sobre níveis de serviço logístico que as empresas ainda não detêm
  • Ferramenta de suporte ao desenvolvimento e melhoria de performance
  • Alinhamento dos KPI (Key Performance Indicators) entre parceiros
  • Percepção sobre tendências actuais do sector
Metodologia
  • Elaboração e envio dos questionários aos participantes (preenchimento por top managements ou responsáveis das áreas)
  • Extração dos KPI’s de Serviço directamente dos Sistemas de Informação dos participantes
  • Entrevistas pessoais (top managements e directores das áreas) para contrapor resultados de questionário e KPI’s
  • Recolha de comentários e análises às tendências de mercado