57% dos utilizadores de redes sociais seguem empresas ou marcas

O estudo da Marktest Consulting, “Os Portugueses e as Redes Sociais”, avança que 57% dos utilizadores de redes sociais seguem empresas ou marcas nesses sites.

FONTE: GRUPO MARKTEST

De acordo com os dados do estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais”, da Marktest Consulting, entre os utilizadores de redes sociais, as mulheres, os mais jovens, os residentes no Grande Porto e os que pertencem às classes média baixa e baixa são quem mais refere ser fã ou seguir empresas/marcas nas redes sociais.

A marca que mais utilizadores disseram seguir nas redes sociais foi a Nike. Continente e Zara estiveram também entre as mais referidas.

Entre os motivos pelos quais são fãs da marca ou a seguem nas redes sociais, está o do facto de se gostar da marca, referido por 28.4% e o poder estar a par das novidades, uma referência dada por 22.2% dos seguidores de marcas nas redes sociais. A vontade de querer estar informado/atualizado, e o interesse pela área estão também entre as razões mais apontadas (20.7% e 14.8%, respetivamente).

Os resultados deste estudo indicam ainda que 90% dos utilizadores que seguem marcas/empresas nas redes sociais dizem segui-las no Facebook, 38% no Instagram e 11% no Youtube. O Instagram é a rede que mais cresce para seguir empresas/marcas nas redes sociais, aumentando 15 vezes face a 2013. As referências ao LinkedIn também quase duplicaram no mesmo período.

Este estudo parte de uma quantificação de 5 milhões e 9 mil utilizadores de redes sociais, residentes no Continente com idades compreendidas entre 15 e 64 anos, dada pelo estudo Bareme Internet da Marktest.