Prémio Internacional de Saúde atribuído a projeto GS1 Portugal

A implementação de Standards GS1 no circuito do medicamento do Hospital de Cascais foi hoje distinguido com o GS1 Healthcare Best Provider Implementation Case Study Award. Um prémio que reconhece uma organização, departamento ou individualidade (de uma instituição) pela implementação de Sistema GS1 em, pelo menos, um processo dentro da organização. O anúncio foi feito esta madrugada no âmbito da Conferência Global de Saúde GS1 (Global GS1 Healthcare Conference).

A candidatura, submetida em conjunto pela GS1 Portugal e o Hospital de Cascais, foi baseada no projeto de implementação de Standards GS1 no circuito do medicamento tendo por base três objetivos principais:

  • Garantir, assegurando o mínimo de erros possíveis, os cinco certos do paciente: Paciente Certo, Medicamento Certo, Dose Certa, Hora Certa e Via de administração Certa.
  • Maximizar a eficiência dos processos: analisar a redução de custos e de tempo, a prevenção de erros e a redução do desperdício através da desmaterialização e do registro automático.
  • Aumento de visibilidade ao longo do circuito do medicamento de forma a aumentar a rastreabilidade – desde a produção à administração no paciente – simplificação dos processos de recall e logística reversa.

Os resultados do projecto foram a base para a atribuição deste prémio, entre eles:

  • 28% redução no tempo de administração por paciente
  • 17% redução no tempo de administração por medicamento

Desta forma, no total, foram poupadas 10 229 horas/ano no processo de administração de medicamentos, representando uma redução de 9 horas por turno de enfermagem.

O anúncio e atribuição do prémio ao Hospital de Cascais aconteceu durante a madrugada de hoje, no terceiro dia do Global GS1 Healthcare Conference que decorre em Pequim, entre 25 e 28 de Outubro.

No projeto estiveram envolvidos, para além do Hospital de Cascais e da GS1 Portugal, a BIQ Health Solutions enquanto parceiro tecnológico.