O que são Standards?

Standards são acordos entre parceiros comerciais

E os Standards GS1 são a “cola” entre o seu negócio e as melhores práticas de identificação, captura e partilha de dados comerciais no mercado

 

o que sao standards Uma das maneiras mais simples de entender a utilidade e a funcionalidade dos standards é através de um exemplo prático.

Pense no tamanho dos sapatos. O número 7 de senhora em Nova Iorque, corresponde ao 38 em Xangai, ao 4.5 em Londres, ao 37.5 em Paris, ao 23 em Tóquio e ao 5.5 em Sydney.

O mesmo acontece por exemplo com as fichas elétricas. Cada país tem o seu tipo de ficha, cada uma da sua forma. E se fosse também assim com os standards?

Eis o que acontecia:

Ineficiência Aumento do risco Perda de oportunidade

Se falarmos todos a mesma linguagem dos negócios, a cadeia de valor torna-se mais eficiente e mais colaborativa. É aqui que reside a força dos standards. Eles são acordos entre parceiros; são orientações que todos podem aplicar, criando uma forma comum de medir, descrever ou classificar produtos ou serviços.

Os standards uniformizam e normalizam a complexidade das trocas que existem entre as empresas.  É por isso que…

Nós acreditamos no poder dos standards para transformar a forma como trabalhamos e vivemos.

Os Standards GS1 são utilizados no mercado global há 40 anos e, em Portugal, há 30. Eles permitem que a sua empresa – e produtos e serviços – sejam reconhecidos internacionalmente, porque são:


Integrados

São standards autónomos e, ao mesmo tempo, interdependentes – isto é, podem ser utilizados de forma individual, assim como em simultâneo, comunicando entre si em diferentes pontos da cadeia. Esta integração permite aos parceiros comerciais manter os dados dos seus ativos estruturados e reconhecidos de forma única e inequívoca ao longo de toda a cadeia de abastecimento

Abertos

Podem ser adotados por qualquer empresa ao longo da cadeia de valor (do emissor ao recetor, do publicador ao subscritor, daquele que identifica até aquele que captura a informação), mantendo a compatibilidade com diferentes sistemas de informação

Globais

Permitem uma identificação única e inequívoca para produtos, unidades de expedição, localizações e serviços em qualquer parte do Mundo. Independentemente da língua que falamos, permitem partilhar informação de forma rápida e fluída ao longo da cadeia de valor