Para retalho

Conheça os nossos códigos de barras para Retalho & Bens de Consumo

Imagina uma ida ao supermercado sem um código de barras que permita uma identificação rápida, fácil e segura? Seria complicado.

O Retalho & Bens de Consumo é uma das áreas de negócio mais desenvolvidas na aplicação do Sistema GS1, especificamente na utilização dos códigos de barras.

O código de barras, na sua forma mais conhecida (EAN-13), deu origem a um Sistema de identificação – único e inequívoco – capaz de responder às necessidades e especificidades de todos os elementos da cadeia de valor. Produtores, distribuidores e retalhistas beneficiam da utilização destes standards obtendo o mesmo resultado: a eficiência do seu negócio.

Há 40 anos a utilizar os Standards GS1

Desde a criação da GS1 que as empresas do Retalho & Bens de Consumo mantém uma colaboração ativa com a nossa associação. O resultado é um Sistema de Identificação e Captura cada vez mais completo e capaz de responder à mudança constante das necessidades e exigências dos vários elementos da cadeia de negócio.

Assim, o código de barras torna a relação entre os vários agentes mais eficiente e sustentável sempre com o objetivo de melhorar a vidas das Pessoas, todos os dias.

Automáticos, globais e seguros, os standards de Identificação GS1 são hoje fundamentais e indispensáveis para o sector do Retalho & Bens de Consumo, sendo capaz de resolver as questões do negócio como por exemplo: Order to cash, B2C, Autenticação de Produto, Rastreabilidade, Gestão de Dados Mestre.

 

EAN-13 (para produtos de peso fixo)

Aplicabilidade

  • Identificação de unidades de consumo, de peso fixo, destinadas ao consumidor final no ponto de venda dos retalhistas.
  • Esta simbologia funciona como o Bilhete de Identidade do produto, não contendo a informação sobre a origem do mesmo.

Como implementar

  1. Ser associado da GS1 Portugal
  2. Solicitar a atribuição de um CEP – Código de Entidade Portuguesa.
  3. Criação do EAN-13, num formato de 13 dígitos, composto por CEP + Referência do Produto + Dígito de Controlo.
  4. Criação da simbologia visual (barras), através de software específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  5. Impressão do código, através d e hardware específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  6. Envio de um exemplar para a GS1 Portugal, para verificação da sua correção
  7. Aplicação no produto

Consulte a Tabela de Preços e Condições Comerciais aqui.

EAN-8 (para produtos de pequenas dimensões)

Aplicabilidade

  • Identificação de unidades de consumo, de peso fixo, destinadas ao consumidor final no ponto de venda dos retalhistas.
  • Tem a mesma finalidade do EAN-13, ou seja, funciona como o Bilhete de Identidade do produto, não contendo a informação sobre a origem do mesmo.

Como implementar

  1. Ser associado da GS1 Portugal.
  2. Identificar o(s) produto(s) a codificar, enviando a lista para a GS1 Portugal, sendo atribuído um código de 8 dígitos, unidade a unidade.
  3. Criação da simbologia visual (barras), através de software específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  4. Impressão do código, através de hardware específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  5. Envio de um exemplar para a GS1 Portugal, para verificação da sua correção
  6. Aplicação no produto

Consulte a Tabela de Preços e Condições Comerciais aqui.

UPC (para exportação – Canadá e América do Norte)

Aplicabilidade

  • Identificação de uma unidade de consumo exportada para áreas restritas (Canadá e América do Norte), destinadas ao consumidor final no ponto de venda dos retalhistas locais.
  • Exigência das empresas locais. Contudo, deverá sempre contactar os seus parceiros locais.

Como implementar

  1. Ser associado da GS1 Portugal.
  2. Identificar o número de produtos a codificar e solicitar a GS1 Portugal a atribuição do UPC.
  3. Contacto entre a GS1 Portugal e a congénere do país de exportação para atribuição do código.
  4. Criação da simbologia visual (barras), através de software específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  5. Impressão do código, através de hardware específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  6. Envio de um exemplar para a GS1 Portugal, para verificação da sua correção
  7. Aplicação no produto

Consulte a Tabela de Preços e Condições Comerciais aqui.

Databar (para codificar informação adicional)

Aplicabilidade

  • Identificar e caracterizar items de pequena dimensão – bens perecíveis, cosmética, hardware, entre outros – transportando mais informação em menos espaço.
  • É o código mais recente, desenvolvido para a área de Retalho e Bens de Consumo.
  • O GS1 DataBar permite a identificação das unidade de consumo de pequenas dimensões e/ou difíceis de etiquetar, codificando o GTIN e informação adicional (como por exemplo peso, data de validade, número de lote, número de série, entre outros).

Como implementar

  1. Assegurar-se que os seus equipamentos e os dos seus parceiros estão preparados para a leitura deste código.
  2. Ser associado da GS1 Portugal.
  3. Solicitar a atribuição de CEP – Código de Entidade Portuguesa.
  4. Construção do código final, no formato CEP + Referência do Produto + Indicadores de Aplicação (que vão transportar a informação adicional) + Dígito de Controlo
  5. Criação da simbologia Databar, através de software específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  6. Impressão do código, através d e hardware específico da empresa ou de um parceiro tecnológico.
  7. Envio de um exemplar para a GS1 Portugal, para verificação da sua correção
  8. Aplicação no produto

Consulte a Tabela de Preços e Condições Comerciais aqui.